Dia 25 de Maio, dia da Indústria

O Dia da Indústria é celebrado anualmente em 25 de maio.
Nesta data a homenagem é destinada aos espaços de produção de maior representação para as economias nacionais: as indústrias.
Também conhecidas como o “Setor Secundário” de um país, as indústrias podem abranger os mais variados tipos de mercados, desde os alimentícios até os de vestuário, por exemplo.
O Brasil começou a ser industrializado a partir do governo do presidente Getúlio Vargas, mas apenas com Juscelino Kubitschek as indústrias estrangeiras começaram a se instalar no Brasil, fazendo com que a economia do país aumentasse.
Atualmente, a indústria está intrinsecamente inserida nas sociedades globais, sendo impossível imaginar a vida contemporânea sem este setor.
No Brasil temos o Ministério da Indústria, Comercio Exterior e Serviços que atua em defesa do comercio e apoia iniciativas para a geração de empregos no setor. Pasta essa que é dirigida pelo Ministro Marcos Pereira (PRB).
Pitaco do Blogueiro:
Em Placas temos várias Indústrias, tais como as de Laticínios, Indústrias madeireiras, Cerâmicas e etc, Indústrias essas trabalham sem o menor incentivo ou apoio por parte dos órgãos públicos, que ao invés de apoiar de alguma forma apenas fiscalizam e as vezes perseguem.
Ministro Marcos Pereira e Eu, em uma reunião em Belém
O único ato de apoio do qual eu tenho conhecimento partiu do então prefeito Saudoso Daniel Capitani, que incentivou a instalação de Indústrias madeireiras e do agronegócio no município de Placas, chegando até a doar um terreno em comodato para uma indústria se instalar no município. E, por incrível que pareça, essa indústria é a única remanescente das demais e está a mais de 14 anos gerando emprego e renda em nosso município. Mas as marcas da perseguição são recentes, pois alguns parlamentares já tentaram rescindir o contrato e expulsar a empresa do terreno antes do prazo final do comodato, ato este que repudio e acho um absurdo, uma incompetência, uma enorme burrice, pois temos mais é que incentivar a instalação de novas empresas em nosso município, gerar mais emprego e renda é o que precisamos, e não de atitudes tão deploráveis quanto estas.
Ou será que estão é envergonhados e tentando apagar da história do município este ato tão louvável do então prefeito Daniel Capitani? Vale ressaltar que Capitani mesmo sendo semi analfabeto era um visionário, e previu de antemão o desenvolvimento do município atravéz da industria e do agronegócio, que ele sirva de exemplo para os demais.
Eu, particularmente defendo que o município compre uma grande área no entorno da cidade e crie um parque industrial, e tenha políticas públicas voltadas para atrair investidores e gerar emprego e renda para a população placaense. Pois nosso povo nunca se cansa de sonhar e batalhar por dias melhores e sonha com um município desenvolvido e com uma cidade bonita e digna de viver.
Vamos defender esse setor, pois mais do que transformar matéria prima em produtos, a indústria colabora decisivamente para o desenvolvimento econômico e social, pois gera economia e ajuda a promover a qualidade de vida quando é uma empresa ecologicamente correta.

Origem do Dia Nacional da Indústria

O dia 25 de maio foi escolhido como Dia da Indústria em homenagem ao patrono da indústria nacional, Roberto Simonsen, que faleceu em 25 de maio de 1948.
Roberto Simonsen foi um engenheiro, industrial, administrador, professor, historiador e político, além de membro da Academia Brasileira de Letras – ABL. Além disso, Simonsen era presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).


Comentários

Postagens mais visitadas

Jogador Placaense Danubio Silva é contratado pelo Dynamo Dresden da Alemanha

Homicidio na Trasamazônica ajudem a identificar esse rapaz

Tragédia em Trairão: Gravíssimo acidente entre micro-ônibus e carreta deixa mortos e feridos.

Acidente Fatal na Ponte do Rio Cuaruauna

Corpo aguarda reconhecimento no hospital municipal de Placas